CURE A RELAÇÃO COM SUA MÃE E SE CONECTE COM O FLUXO DA VIDA

CURE A RELAÇÃO COM SUA MÃE


Existe uma confusão enorme quando falamos de cure a relação com sua mãe, pois muitas vezes somos levados a pensar que é somente numa situação onde a relação é rompida, mas existe diversas formas de curar esta relação que navega entre super proteção, rejeição, culpas, abandono, identificação, e outros padrões tão importantes.

Através de um olhar sistêmico quando não aceitamos algo que vem de nossa mãe, ou seja, se julgo, se critico, se nego, e não aceito, se não confio, se culpo e brigo ou se superprotejo, por algum motivo estou identificada com a realidade dela, e eu não vivo a minha vida, se nego os padrões de comportamentos que ela manifesta, eu nego a vida, afinal eu manifesto a rejeição a quem me deu a vida...se nego a mãe, nego a vida e também nego meu feminino. (Vale para homens e mulheres).


Pense por vezes numa relação familiar onde não sou vista nem valorizada eu faço, busco e crio muitos recursos para ela mamãe me olhar e me aceitar e mesmo assim se ela não reconhece, inconsciente e eu me revolto pois por mais que eu faça nunca sou vista, nunca sou reconhecida e meu valor não é notado, você percebe que gera uma dinâmica aí? Então perceba: Existe um padrão de esforço para ser reconhecido, e como este reconhecimento não é feito por quem nos deu a vida, também na vida eu vou me ligar com quem não reconhece meu esforço… (e pode ser apenas um mapa mental). Daí passo a vida trabalhando, fazendo tudo de melhor, doando tudo que eu posso, e espero ser reconhecida, e espero ser vista e aceita pelo que fiz, mas como não me conecto com meu autovalor, eu também não sei reconhecer quando as pessoas me valorizam, e a tendência é sempre achar que ninguém me valoriza.